O que é o buraco de minhoca?

 

Foto: Reprodução

Você já ouviu falar sobre o buraco de minhoca da física? Esse conceito científico tem como base a estrutura do real buraco da minhoca, que tem um perfil contínuo, com duas bocas conectadas. Esse conceito é hipotético e traz à tona a noção de espaço-tempo, que pode ter atalhos transponíveis.

Na prática, esse pensamento mostra que se o buraco de minhoca é transponível, a matéria é capaz de viajar por um contínuo espaço-temporal válido na relatividade geral. O termo buraco de minhoca, ou wormhole em inglês, surgiu com o físico teórico John Archibald Wheeler, em 1957, nos Estados Unidos.

Foto: Mopic/Shutterstock.com

O pesquisador acreditava que o buraco de minhoca era uma passagem teórica pelo espaço-tempo, capaz de criar atalhos para longas viagens pelo universo. Estes supostos buracos também estão previstos na teoria da relatividade geral.

Os buracos poderiam representar uma ameaça, pois seriam propensos a colapsos, alta radiação e contato com matérias exóticas. Albert Einstein e Nathan Rosen também foram físicos que usaram a teoria da relatividade para comprovar a existência de ligações pelo espaço-tempo, estudo que ficou conhecido como “Pontes de Einstein-Rosen”, ou buracos de minhoca localizados no universo.

 

 

 

 

 

 

 

Espaço para anuncio ou banner

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*


UA-22357016-2