Mototaxistas se apresentam à polícia, depõem e são liberados

Foto: Reprodução

Ainda na noite de terça (16) alguns dos mototaxistas envolvidos na morte de Thiago Evangelista da Silva se apresentaram na Delegacia de Teixeira de Freitas.

O responsável pelos tiros e o que golpeou o jovem de 23 anos na barriga se apresentaram à polícia com um advogado – o Núcleo de Homicídios já havia os identificado através do vídeo que circula nas redes sociais.

Leonardo de Jesus Souza de 32 anos, autor de disparo, e Eliseu Leal Santos, que teria usado a chave de fenda, prestaram depoimento e entregaram à Polícia um revólver calibre 32 e a chave de fenda ­– armas usadas no crime.

Segundo os acusados, a vítima teria assaltado e golpeado com uma faca um mototaxista na semana da festa da cidade, alguns dias depois, o mesmo homem teria pegado uma corrida com o Leonardo e anunciado o assalto. Na ocasião, foram levados um celular e R$ 500 em espécie.

Depois de serem ouvidos, foram liberados. A investigação continua.

No entanto, perderão seus alvarás, pois serão apreendidos. De acordo ao capitão Leonardo Álvaro de Vieira, secretário de Segurança, um procedimento administrativo foi aberto para identificar os envolvidos no crime e dar início ao procedimento de apreensão dos alvarás. O secretário repudiou o ato.

Prefeitura emite nota sobre o caso

A Prefeitura de Teixeira de Freitas vem a público manifestar sua completa e profunda indignação e repúdio ao ato de violência praticado por um grupo de mototaxistas contra um suspeito de ter praticado assalto.

O prefeito Temóteo Alves de Brito determinou à Procuradoria do Município a instalação de sindicâncias para apurar essas faltas graves cometidas por profissionais que são permissionários de serviço público.

A Prefeitura Municipal esclarece ao público que a exploração do serviço de mototaxista é concedida a particulares mediante prévio e contínuo processo de análise documental, onde são exigidos, entre outros, a comprovação da idoneidade perante a Justiça Civil e Criminal, e que, a qualquer tempo, verificado o cometimento de faltas que comprometam a prestação do serviço, reserva-se a competência para o cancelamento das licenças.

Dessa forma, reafirmamos o nosso compromisso em cuidar com amor de toda a população do município, ao passo que confiamos no trabalho dos órgãos de segurança pública responsáveis pela apuração e identificação dos culpados.

 

 

 

 

 

 

Espaço para anuncio ou banner

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*


UA-22357016-2