VIVER O NOVO

 

“Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2 Coríntios 5.17)

Ser uma nova criatura. Uma pessoa completamente nova cada dia. Nova para melhor. Nova para desfrutar mais paz, felicidade, contentamento. Mais capaz para enfrentar as lutas, amar as pessoas, servir. Uma pessoa mais capaz para lidar com a transitoriedade da vida e saber celebrar as certezas eternas. Já imaginou? A nova pessoa que somos em Cristo é inspirada no próprio Cristo. Uma pessoa sob os cuidados de Deus, fortalecida e liberta por Ele. Para quem, o que a determina, não é a própria história, o passado. Muito menos o que outas pessoas fizeram com ela. Tudo se redefine pelo que Cristo fez por ela! O que ela possui, o que pensam dela, o que ela pensa de si mesmo, tudo fica submetido a Cristo. Pois no amor e graça de Cristo, tudo é superado.

Parece um sonho, uma utopia, não é mesmo? Mas não é. É fruto do que Cristo fez por nós. O Filho de Deus não veio ao mundo para remendar nossa velha vida, para nos possibilitar um pouco mais de conforto para continuar a ser quem sempre fomos, enquanto vivemos contando apenas com nossas próprias forças. Ele veio nos salvar, nos redimir, nos fazer novos. Mesmo num mundo velho, mesmo adaptados a hábitos velhos e envolvidos em relacionamentos velhos, tudo já foi mudado. Por que não vemos assim? Por que não vivemos assim? Porque não “tomamos posse” pela fé do que Cristo fez por nós. Porque acreditamos que a fé não é para redefinir quem somos, mas para nos dar o que queremos.

Se entregarmos a Cristo a nossa vida, devemos crer com todo nosso coração que por Sua graça tudo se fez novo. Precisamos olhar para nossa persistência em viver do modo velho como produto de nossa falta de fé no que Cristo fez. Precisamos corajosamente nos revestir do novo que Cristo fez e despir-nos no velho. E assim vivermos por aqui, superando o mal que tão de perto nos rodeira, resistindo ao modo de vida que por tanto tempo nos definiu e aprendendo a existir como cidadãos do Reino dos Céus. Compreendendo que, em todas as coisas, quer comamos ou bebamos tudo deve ser para a glória de Deus. É esse o Evangelho que tem faltado em meio aos evangélicos. Que eu e você sejamos um exemplar disponível em nossa cidade.

Espaço para anuncio ou banner

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*